Quer saber mais? Mande um E-MAIL AQUI

CLASSIFICAÇÃO

Ginecomastia unilateral à direita - Grau IIa (Simon IIa)

A ginecomastia possui diversas classificações. Sendo as mais comuns:

1) Nydick 1961

- Glândula limitada a região retroareolar, não atinge a margem da aréola

- Glândula extende até a margem da aréola

- O aumento de volume da glândula ultrapassa além da borda da aréola

2) Tanner 1971 -

Estagio 1: mamilo proeminente -

Estagio 2: fase broto mamilar; elevação da mama e da aréola -

Estagio 3: Aumento maior da mama e aréola, sem separação dos contornos -

Estagio 4: projeção da aréola e das papilas para formar montículo secundário por cima da mama -

Estagio 5: saliência somente nas papilas

3) Simon 1973

Grau I e pequeno aumento mamário visível; nenhuma redundância de pele;

Grau IIA: aumento mamário moderado sem redundância de pele;

Grau IIB: aumento mamário moderado com redundância de pele;

Grau III: aumento mamário moderado com redundância de pele definida (mama feminina pendentes)

4) Deutinger e Freilinger 1986

- Grau 1: parede torácica pobre em tecido; tecido mamário localizada por trás e ao redor do mamilo; sem excesso de pele;

- Grau 2: adiposo parede torácica; alterações generalizadas; seios semelhantes a feminino adqueridos durante a puberdade;

- Grau 3: alterações generalizadas; o excesso de tecido adiposo, redundância de pele, sulco inframamário e ptose.

5) Cohen 1987

- Grupo 1: ginecomastia glandular;

- Grupo 2: ginecomastia glandular com ptose;

- Grupo 3: ginecomastia com tecido adiposo; - Grupo 4: ginecomastia com tecido adiposo com componente glandular.

6)Rohrich 2003

- Grau I e hipertrofia mínima (<250 g de tecido mamário), sem ptose; IA: principalmente glandular; IB: em primeiro lugar fibrosa;

- Grade II e hipertrofia moderada (200e500 g de tecido mamário), sem ptose; IIA: primariamente glandular; IIB: em primeiro lugar fibrosa;

- Grau III e hipertrofia (> 500 g de tecido mamário), com grau I ptose glandular ou fibrosa;

- Grau IV e hipertrofia grave com grau II ou III ptose glandular ou fibrosa